Você sabia que nem só de bugs vivem os testadores?

Imagem de capa do post Você sabia que nem só de bugs vivem os testadores?

Teste de software, além de outros aspectos, possui como meta principal encontrar defeitos e, consequentemente, aumentar a confiabilidade do produto testado. Diante disso, uma das atribuições fundamentais de uma equipe de QA é identificar erros nas aplicações. Entretanto, é esperado cada vez mais que possam contribuir de várias maneiras para que os projetos em que atuam atendam aos critérios de qualidade e padrões estabelecidos.

Neste artigo, listamos algumas atividades relevantes que podem agregar valor ao trabalho destes profissionais, compondo um conjunto de experiências que os auxiliam na entrega de softwares com alta qualidade. Afinal, você verá que nem só de bugs vivem os testadores. Acompanhe a seguir.

Sugerir ideias

Com base em sua experiência, testadores são capazes de sugerir ideias sobre o que precisa ser testado, visto que eles estão em constante contato com o sistema. Com essa atitude e devido respaldo, questões interessantes podem ser levantadas, comportamentos inesperados podem ser descobertos, defeitos podem ser encontrados, etc.

Um exemplo é propor novas ideias que explorem caminhos alternativos para detectar e tratar erros de forma adequada. Logo, todos os envolvidos com as atividades de QA conseguem contribuir para as escolhas e definições referentes ao que testar, quando testar e como testar.

Identificar testes críticos

Durante a realização das suas tarefas, testadores podem identificar aspectos críticos do software que necessitam ser averiguados com prioridade. Tais funcionalidades podem envolver questões de segurança, desempenho, transações financeiras, comerciais, regras de negócio, dentre várias outras.

À medida que os testes vão sendo conduzidos, o testador pode descobrir partes críticas que são complexas ou propensas a geração de erros. Tal conduta é importante uma vez que diminui os riscos da aplicação ao evitar que falhas graves ocorram afetando negativamente as operações da empresa.

Avaliar a usabilidade

Testes de usabilidade reproduzem as condições de utilização do programa sob a perspectiva dos usuários finais. Desta forma, testadores precisam colocar-se no lugar dos utilizadores reais para analisar fatores como interface gráfica, navegabilidade, facilidade de uso, compreensão de textos, clareza das mensagens, etc. Assim, terão capacidade de sugerir melhorias quanto a usabilidade e melhorar a percepção acerca da qualidade do produto.

Construir documentação

A documentação de um software geralmente é composta por um conjunto de manuais gerais e técnicos, podendo ser organizada através de arquivos de textos e outros materiais. Esses documentos ajudam os usuários na utilização das aplicações, além de conter respostas a possíveis dúvidas e problemas. Neste sentido, testadores podem auxiliar na elaboração e melhoria da documentação oferecida aos clientes, afinal eles possuem conhecimento profundo dos produtos que testam.

Apoiar a automação

A reprodução automática de testes permite simular diversas situações de forma rápida e segura, garantindo que os procedimentos sejam realizados em sua totalidade, não sendo por vezes afetados por equívoco humano. Ou seja, basicamente automação de teste é repassar para o computador procedimentos que normalmente são executados de forma manual pelos testadores.

Portanto, para que possam obter os benefícios da automação, profissionais de QA devem usar ferramentas apropriadas para apoiar a execução das suas atividades. Além disso, é recomendado que contribuam identificando casos de teste candidatos a automação e auxiliando na melhoria contínua da estratégia de automação usada pela empresa.

Sugerir melhorias

Sugestões de melhoria resultam em benefícios para os usuários, dado que tais alterações visam agregar novas funcionalidades e aperfeiçoar o produto. Aliás, o conceito de bug ou melhoria pode ser conflitante, pois em determinadas circunstâncias o que é considerado erro em outras pode ser entendida como aperfeiçoamento. Porém, é importante sempre relatar todas essas incidências para que sejam documentadas, analisadas e implementadas de maneira adequada.

Vale ressaltar que além de sugestionar evoluções para o produto de software, testadores podem da mesma forma levantar oportunidades para que o processo de teste usado pela equipe possa ser otimizado constantemente.

Participar de decisões

Às vezes, é necessário tomar uma decisão conjunta para se entregar um produto com determinado nível de qualidade, pois tal liberação envolve áreas de negócio, operações, desenvolvimento e não apenas QA. Por consequência, testadores tem papel crucial nos projetos e podem participar efetivamente das decisões referentes a confiabilidade das aplicações, para ajudar a decidir, a título de exemplo, quando um sistema está apto a entrar em produção.

Além dos tópicos abordados nesse post, logicamente existem várias outras competências e habilidades que ajudam a compor o perfil de um excelente profissional de QA, abaixo listamos algumas:

  • Gerenciamento de tempo;
  • Aptidão para trabalhar em equipe;
  • Conhecimento técnico;
  • Responsabilidade e comprometimento;
  • Pensamento crítico e analítico;
  • Habilidade de comunicação;
  • Capacidade de identificação de problemas;
  • Integridade e profissionalismo;
  • Sociabilidade e empatia.

Em outras palavras, a vida de testador não é trivial, uma vez que a tecnologia não para de evoluir e surgem formas diferentes de testar software frequentemente, seja através de novas técnicas ou ferramentas que chegam ao mercado.

Entretanto, são exatamente esses desafios que fazem desta carreira tão apaixonante, satisfatória e desafiadora, atraindo cada vez mais profissionais para seguir essa jornada, cujo objetivo principal é ajudar na construção de produtos que satisfaçam as reais necessidade dos clientes e que possuam qualidade acima da média.

Gostou do nosso artigo? Deixe o seu comentário e compartilhe nas redes sociais.

Compartilhar:
0 Comentários

Deixe seu comentário

Fale AGORA com um de nossos consultores

Comentário adicionado com sucesso